Paróquia Santa Rita de Cássia - Campo Grande-MS.

DÍZIMO

 

Como vivemos o dia-a-dia? Que sentido damos para cada gesto de nossas ações? Qual o sentido de tudo quando o fazemos ou deixamos de fazê-lo?

Provavelmente você deve ter pensado nessas perguntas ao menos uma vez durante a sua vida, não é mesmo?

A vida vale por aquilo que ela é ou por aquilo que você desejaria que fosse de verdade? Há chances e oportunidades para que ela seja diferente?

Acredito que sim.

Muitos estão cansados de fazer o trivial. Nascemos, trabalhamos bastante, gastamos nossas energias, casamo-nos, criamos nossos filhos, eles se casam, envelhecemos... morremos como todos. Analisando tudo isso, você se pergunta? Que sentido tem viver?

Somos católicos, nascemos em família católica, vamos à missa, participamos dos sacramentos, fazemos primeira comunhão, confessamo-nos, somos crismados... e parece que pouca coisa muda em nossa vida. Dificilmente você ouve dizer que um católico se converteu, sentiu ou viveu uma nova experiência de vida. Tudo parece ser igual. Sou igual a todos e... quase nada muda na minha vivência cristã.

Aqui está uma proposta de vida diferente para você se encantar com a possibilidade de fazer algo novo em sua vida cristã. Talvez uma experiência nova para um novo modo de encarar o seu cristianismo meio desgastado com o trivial.

O dízimo e uma proposta de vida diferente. Poderá ser a sua chance de recomeçar um modo novo de viver a fé de uma forma mais enriquecedora.

Talvez você nunca tenha feito essa experiência antes. Acredito que nunca seja tarde para se começar a viver a experiência de Deus de uma forma exemplar e profundamente operosa.

Você já deve ter ouvido falar sobre o dízimo em sua igreja, na sua comunidade paroquial... Mas o que é o dízimo? Como fazer para ser um dizimista consciente? Quais as vantagens em ser dizimista, cooperador da igreja...?

Talvez você se indague: Mas eu sou um bom católico, sou agente de pastoral, freqüento os sacramentos, colaboro nas festas da minha igreja, participo todas as vezes que o padre convoca a comunidade para um gesto concreto... etc.

Acredito que você faça tudo isso e o faça de forma bastante consciente, mas que nunca tenha experimentado o dízimo, não é mesmo?

Pois é. O dízimo é uma experiência maravilhosa de vida. É uma forma de experimentar Deus, e é isso que está faltando em nossa igreja, na vida cristã.

A sua primeira impressão poderá ser de estranhamento e, inclusive, de crítica: o padre agora quer falar de dinheiro!

Não é bem isso. O dízimo é antigo. É bíblico. É uma promessa de bênção divina sobre aqueles que se devotam a essa proposta. É a única norma que está na Bíblia e que não devemos questioná-la de forma alguma. Quando a Palavra de Deus me convoca, eu lhe obedeço e dou-lhe consentimento.

O que é comum poderá ser feito de uma forma diferente.

Está aqui uma proposta para você meditar, refletir e viver a sua fé consciente e diferentemente.

Talvez você possa descobrir uma graça que poucos desejam.

Saúde, riqueza e amizade são dons que Deus nos concede. O importante, aqui, é tomar posse desta verdade e viver eternamente agradecido por tudo.

“Porque todas as coisas vêm dele, por meio dele e vão para ele” (Rm 11,36).

Assim diz a Bíblia:

“Todos os dízimos da terra são propriedades do Senhor... São coisas consagradas ao Senhor” (Lv 27,30). 

Venha somar com a comunidade, com a Paróquia Santa Rita de Cássia, faça essa experiência, deixe Deus operar na sua vida, através do dízimo.

“Tragam o Dízimo completo para o tesouro do Templo... Façam a experiência comigo, diz o Senhor... Vocês vão ver senão abro os reservatórios do céu, se não derramo minha benção de fartura” (Ml 3,10)

 

Fernando e Iris

Coordenador Paroquial do Dízimo