Pastoral da Pessoa Idosa 

A capacitação de líderes da Pastoral da Pessoa Idosa aconteceu nos meses de abril e maio aqui na Paróquia Santa Rita de Cássia com a assessoria da Coordenadora Diocesana da PPI, a Sra. Haruê. São 21 líderes que concluíram a capacitação e hoje (16 de maio de 2017) estão sendo enviadas para acompanhar mensalmente os idosos das comunidades: Nossa Senhora da Paz, da Comunidade Santa Rita e da Comunidade São Francisco que agora iniciará esta pastoral.

O Líder Comunitário da Pastoral da Pessoa Idosa é uma pessoa voluntária, que mora na mesma comunidade e que recebeu capacitação para realizar o acompanhamento das pessoas idosas da sua comunidade. Na capacitação que dura em média 21 horas, a pessoa recebe orientação sobre como fazer uma visita domiciliar e sobre cada indicador do acompanhamento às pessoas idosas. Depois da visita domiciliar mensal as líderes se reúnem com a coordenadora paroquial a Sra. Laurinete Borges Pereira (Nete) para partilha da realidade vivenciada e elaboração dos realidade constatada. Os dados do acompanhamento são enviados mensalmente para a central nacional com sede em Curitiba-PR.

A Pastoral da Pessoa Idosa está organizada em nossa Paróquia desde o mês de outubro de 2015 e está acompanhando 85 pessoas idosas. Com estes novos líderes queremos dobrar o número das visitas mensais.

Atividades do Líder Comunitário da PPI

- faz visita domiciliar mensal aos idosos que estão cadastrados no seu caderno;

- visita em média 10 a 12 idosos da sua vizinhança ou do seu prédio, como voluntário, com espírito missionário a serviço da vida e da esperança, dando sempre preferência aos mais necessitados, seja pela sua condição social, pelo isolamento em que vive, pela solidão que sofre, pela idade avançada ou dependência por alguma enfermidade;

- segue os passos de Jesus que veio para servir e não para ser servido;

- escuta com paciência, sabe dar atenção, tem uma postura discreta;

- não faz distinção de pessoas, visita a todos, independente de seu credo religioso, sua raça, suas opções político/ partidário ou seu estilo de vida;

- faz a ponte entre a família e a comunidade;

- estimula a que o idoso participe, dentro de suas possibilidades, das atividades da comunidade, especialmente às destinadas às pessoas idosas;

- orienta sobre os serviços que estão disponíveis na comunidade para atendê-los em suas necessidades;

- participa de uma reunião mensal com os demais líderes comunitários de sua comunidade para avaliação, reflexão, continuidade de sua formação que deve ser permanente e para o fortalecimento da missão de voluntário nesta Pastoral. Nesta mesma reunião mensal, é feito o preenchimento da FADOPI - Folha de Acompanhamento Domiciliar da Pessoa Idosa - a partir do caderno de cada líder, que, após preenchida é enviada à coordenadora paroquial para revisar, assinar e enviar à Coordenação Nacional da Pastoral da Pessoa Idosa para ser incluída no Sistema de Informação. 

Fonte: http://www.pastoraldapessoaidosa.org.br